Quem Somos


Quem somosPelo Decreto 231 de 31 de julho de 1968 é criado o então Colégio Comercial Camargo Aranha, vinculado ao antigo Departamento de Ensino Técnico da Secretaria Estadual de Educação do Governo do Estado de São Paulo. Sua sede provisória foi o prédio sito à Rua Piratininga n° 51, no bairro do Brás, e seu primeiro Diretor o Professor Ernesto de Freitas Nuzzi. Os cursos técnicos instalados nesse ano, em nível de segundo grau (nomenclatura da época hoje equivalente ao ensino médio), contemplaram a área de Comércio, nas habilitações profissionais de Técnico em Administração, Contabilidade, Secretariado e Turismo.

Por aqui já passaram diversos diretores, atualmente compõem a equipe gestora da ETEC:



Márcia Dias

Diretora da Escola


Maria da Glória Pires Claro Pereira

Diretora de Serviços Administrativos


Fabiana Sperandio Chaveiro

Diretora Acadêmica


Fabiana M. M. D. Francisco

Assistente Técnica Administrativa


Danielle Blanquez  Massa

Coordenadora Pedagógica


Valores, tais como confiança, coragem, empatia,  motivação e democracia, preservados pela unidade, representam o  ideal de civilização, além da qualificação e competência profissional que são fundamentais na existência da escola. 

Atualmente a ETEC mantém no período da manhã ensino médio e ensino técnico integrado ao ensino médio (este dividido entre manhã e tarde), no período da tarde ensino médio e noturno cursos modulares.

Estão diretamente ligados à identidade da escola o respeito ao aluno e o compromisso com a formação do cidadão, sua missão social e os resultados do processo ensino aprendizagem.


Plano Plurianual de Gestão


Missão


Manter a identidade e excelência do ensino da ETECA, valorizando o potencial de nossa comunidade escolar: professores, funcionários e alunos.


Visão

Assegurar que todos os nossos alunos adquiram as competências e habilidades necessárias à inserção plena no mundo do trabalho e de acompanhar as permanentes transformações da sociedade.


Metas 2015


Aprimorar o planejamento pedagógico em 5% ao ano por meio de recursos tecnológicos e acompanhamento sistemático dos coordenadores de curso e pedagógico

Aumentar em 10% a permanência dos alunos nos cursos técnicos na escola, em relação aos dados do SAI 2014.

Aumentar em 20% a qualidade na formação global do aluno a partir da adoção de metodologias adequadas buscando uma padronização de procedimentos de avaliação escolar com foco nas competências

Melhorar a qualidade dos registros pedagógicos e acadêmicos em 5% ao ano.

Melhorar o rendimento escolar e acompanhamento e avaliação da aprendizagem em 10%